Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009

O Método de Hondt

Foi em finais de 1979. Já passaram, portanto, 29 anos. Eu tinha concorrido numa lista para vereador da Câmara Municipal de Castelo Branco e estava eleito com 3 137 votos . No entanto, cerca de uma semana depois das eleições é feita a assembleia geral de apuramento dos votos, presidida por um juiz e onde são conferidos todos os documentos respeitantes às mesas de voto.

Nessa assembleia geral pode haver pequenas alterações nos resultados eleitorais, porque ao serem verificadas as actas poderá haver pequenas correcções  nas votações das diversas listas: votos nulos, considerados mal anulados. Contudo, não foi o que se passou na altura, mas se eu tivesse menos um (1) voto poderia não ser eleito.

Em Portugal, o sistema de representação proporcional permite a eleição dos vereadores, deputados e outros eleitos de acordo com esse sistema, considerando o número de votos que cada candidato ou lista obteve, proporcionalmente, tal como o nome indica. Há outros sistemas, como o sistema maioritário ou sistemas híbridos, que envolvem o proporcional e o maioritário. Contudo, o sistema proporcional parece ser o mais justo, pois permite, apesar de algumas imperfeições, que os partidos minoritários tenham representação, o que não acontece com o sistema maioritário, por exemplo.

Para determinar o número de eleitos de cada lista utiliza-se o método d`Hondt, jurista belga do século XIX, que era adepto da representação proporcional e que permite a atribuição dos mandatos pelas listas, proporcionalmente ao número de votos.

Em relação ao caso de que falo havia quatro listas de candidatos, designadas a seguir pelas letras A, B, C e D. As votações indicadas não correspondem à realidade, são meras aproximações, excepto a votação da lista C, que corresponde à votação da lista de que eu fazia parte.

As votações foram as seguintes:

                                                 Lista A - 15 682

                                                 Lista B - 6 490

                                                 Lista C - 3 137 

                                                 Lista D -    341 

O número de veradores a eleger, incluindo o presidente, era sete (7).

Como proceder para fazer a atribuição dos mandatos?

Vamos construir uma tabela com duas colunas. Na 1ª colocamos as listas e na 2ª os votos:

Listas Votos
A 15 682*
B 6 490
C 3 137
D 341

 

Como se trata de uma eleição para a câmara, a lista A elege o presidente. A seguir, o número de votos da lista A divide-se por 2 e cria-se mais uma coluna:

Listas Votos Votos/2
A 15 682* 7 841*
B 6 490  
C 3 137  
D 341  

 

Como o quociente obtido é maior que a votação da lista B, a lista A elege o 2º vereador. A seguir, o número de votos da lista A divide-se por 3 e cria-se mais uma coluna:

 

Listas Votos Votos/2 Votos/3
A 15 682* 7 841* 5 227*
B 6 490* 3 245  
C 3 137    
D 341    

 

Como o quociente obtido é menor que a votação da lista B, a lista B elege o 3º vereador. A seguir o número de votos da lista B divide-se por 2.

O quociente mais elevado elege o 4º vereador para a lista A.  A seguir, o número de votos da lista A divide-se por 4 e cria-se mais uma coluna:

 

Listas Votos Votos/2 Votos/3 Votos/4
A 15 682* 7 841* 5 227* 3 921*
B 6 490* 3 245    
C 3 137      
D 341      

 

O quociente mais elevado elege o 5º vereador para a lista A. A seguir, o número de votos da lista A divide-se por 5 e cria-se mais uma coluna:

 

Listas Votos Votos/2 Votos/3 Votos/4  Votos/5     Eleitos
A 15 682* 7 841* 5 227* 3 921* 3 136 4
B 6 490* 3 245*       2
C 3 137*         1
D 341          

 

O quociente mais elevado elege o 6º vereador para a lista B. E, por fim, o 7º vereador a ser eleito fui eu com 3 137 votos (Lista C). Se repararem o 5º quociente da lista A é 3 136 que é o arredondamento, por defeito, do quociente 3 136,4 (5º quociente da lista A). Se a votação da minha lista fosse 3 136 (menos 1 voto), eu não era eleito, porque o quociente de 15 862/5, aproximado às décimas, é maior que 3 136.

Concluindo: Por um voto se ganha, por um voto se perde.

 

Agora vou deixar para o leitor um pequeno desafio:

 

Este ano de 2009 vai haver eleições para as autarquias. Imagine que numa cidade se elegem 9 vereadores, porque a cidade tem mais de 50 mil eleitores e que a distribuição da votação foi a seguinte (5 listas):

                                         lista A  - 21 733

                                         lista B - 13 906

                                         lista C - 7 803

                                         lista D - 4 652

                                         lista F - 783

Utilizando o método de Hondt faça a distribuição dos lugares pelas cinco listas concorrentes.

Ficamos à espera das vossas respostas.

publicado por Frantuco às 19:17
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O Ano 2010 e as potências...

. O Ano de 2010 e as potênc...

. O Ano de 2010 e as potênc...

. As cidades, as vilas, as ...

. O caderno de exercícios "...

. Os contos das noites de i...

. Mais uma vez o regresso à...

. Grandes Matemáticos - Pit...

. Cereais, legumes, medidas...

. Memórias I

. O Labirinto

. Sapos e rãs ou ovelhas e ...

. Rãs e Sapos ou Ovelhas e ...

. HIPÁTIA DE ALEXANDRIA

. A decomposição de números...

. Grandes Matemáticos - Leo...

. Os algoritmos - o número ...

. Os algoritmos - o código ...

. Os caminhos do João

. As probabilidades no dia ...

. As probabilidades no dia ...

. O tempo, os relógios e as...

. As probabilidades e os an...

. Vamos aos gambuzinos

. O jardim de pedra

. De novo as eleições - as ...

. Os frutos secos do Natal

. As caminhadas, as pesagen...

. O Método de Hondt

. O jogo do NIM - segunda v...

. O jogo do NIM - primeira ...

. A travessia da ponte - no...

. Algoritmos - A fórmula de...

. Algoritmos - O teorema de...

. Um problema de idades

. INVERSÕES

. A travessia da ponte

. O carteiro, as idades e o...

. A herança do lavrador

. O relógio, as horas e os ...

. A decomposição de números...

. O problema das idades

. CAPICUAS

. DINHEIRO FALSO

. O Pombal das cem pombas

. Números e cálculo mental

. Poesia Matemática

. Os algoritmos - raiz quad...

. Os algoritmos - raíz quad...

. Os algoritmos - algoritmo...

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.palavras-chave

. todas as tags

.links

.visitas

track web site traffic
Netflix Rental
blogs SAPO

.visitantes